Ói, amigos, que adespois de intantempo sem se prosear os cumpadis Rosinha e Zequinha si incontraro di novo aqui na tela da intelneti ifizero asiguincombinação:

ROSINHA
Olá, meu cumpadi quiridu! Tava eu aqui na isquina du pensamentu, revivenu os bão momento que nóis viveu nessis ano que passô qui
mi deu ua dô nu mei du peitchu, causo que si afastei di ocê, sem querê, sem me aprecebê, mai num foi de porpósito não, viu cumpadi?
Bejo bão procê!

Óia, este ano eu premetu que vô si mi arremendá.
Tantu é que já to aqui pa se ri cum ocê, quero sê ua das premera, causo que, quem ri pur úrtemo é retardadu, né mermo? Afinar, como diz o ditadu, quem tem boca vai no dentista, pruquê quem ispera cansa, e gato iscardado morre!!!
Cumpadi, nóis num vai morrê sem antes ispaiá muita alegria na roça, cuncorda?
Si num tivé corda nóis usa barbante mermo, ara!
Intão, ocococê acha?

ZEQUINHA

Oi cumade Rosin, nós canto tempo num sifala qui pensei quin

sua terra num tinha computadô.
Cabô paperl de emeio, farto tinta na pressora, ou tempo pra iscrevê?

Qui bom qui ingora arrecebo seu recado... todos incá ficaro contente.
Meu alazão sai correno, inté cerca ele pulô, o meu galo carijó, lá du puleiro cantô, inté a penosa Candinha, vortô a punhá ovo, tudo pra saudá nossa cumadi Rosinha nu cumeço do Ano Novo!

Ai, cumade. Inté fico invergonhado docê sabê qui ieu sinti farta do seu prosear...
As face tá tudo avremeiada, inda mais dispois do beju bão...(rererere...)

Meu alazão tá num saracoteio só...
Meu galin inté tá cantano fora di ora...
Ia Candinha, nossa, punhô ovo pra semana intera...

ROSINHA:
Ara, cumpadi, cas poco quem vai si avremeiá tudim, sou ieu, mai ocê sabi qui si Maomé num vai a montanha, intão vai pa praia, mai ieu perfiro fica aqui na roça mermo, afinar quano um num qué o otro insiste, hehehehehe...

Além dissu adespois da tempestade fica tudim alagado, intão antes tarde do que mais tarde, pruquê quem cedu madruga fica cum sonu o dia intero. Inda bem que a Candinha vortô a punhá ovo, inheu to pensanu im dá ua passadinha ai pa nóis cumemorá o ano cum crasse, que tar ua melete cos ovo da Candinha, mai uns bãos naco de queju feitu co leite da Mimosa?
 
Nóis pédi po galin cantá inquantu nóis vorteia a roça no lombo do alazão, acho queli vai saracoteiá cum gostchu, né não? Si topá ocê mi avisa.

ZEQUINHA
Me adescurpe a demora di
aresponder, pois tava na rede lá
dibacho do arvoredo, tirando
um dedo de prosa com
seu Morfeu...
 Ma ora si topo, cumadi...
É craro que ocê vai midá o maió dos prazê, si vinhé
inté cá, pois o povo do meu roçado gostcha mutcho docê...

Já visei pros prantadô, qui di inxada nas mão, correro pra capiná os caminho que a cumadi vai travessá...


As minina cá da roça tá tudu no capricho, fazeno ua faxina gerá...
Tudo pra recebê a cumade Rosinha, famosa por sa beleza, por seus vistidos rendado, comprado lá na cidade grande.
Quando quisé, mia cumade, podi vir, que o alazão tá di banhu tomado,
já ta todu escovado, inté prefume botô.
 
Meu galin já fez gargareju, tá saiando uas seresta, so pra cantá procê.
Embora a Candinha teje um poco assadinha, pormeteu punhá na ora, uns ovo bem fresquins, ma só se fô a cumadi Rosinha que vai fazê o meletes.

Arra cumade, poço ti apedi uma coisa? Tras uns litro de leite da Mimosa, qui eu quero infazê aquela mantega gostosa qui o leite dela dá...

Arra, ié vredade qui ieu já mandei vir da venda do seu Juvenço, uma rede novinha, bem colorida, com fios de seda, bem molinha, pra cumadi podê discançá.

Já mandei regá os jardim quié pras fror ficá tudo viçosa na sua chegada.

Tô isperando ma cumadi, sentado no meu arpendre, na cadeira de balanço,com  o maió dos prazê, qui inté já comecei a fazê uma novena pra ingradecê.

****
I num é meus amigo que a cumadi Rosinha foi visitá o cumpadi
Zequinha lá na roça dele...
****
ZEQUINHA

Oi, Rosinha...Qui bão qui ocê veio...
Si achega minha cumadi, vem di lá aquelabraço...
Num si avexe que eu sô di respeitos, ocê sabe...

ROSINHA

Ah! Meu cumpadi quiridu, que bão seria si tudos os hômi fosse inguar a vancê.

Ocê querdita que quano ieu tava vino pra cá, me deu um baita calorão, intão  ieu fui me arefrescá no lago que tem perto da pedrera, mai  na horinha queu ia dá meu merguio, num é de vê que  saiu detrais da árvre um guarda, pa me dizê que éra proibidu nadá naquele lago?

Eu dixe p'rele: Mai pruquê o siô num mi avisô antes deu tirá a ropa? Intão o danadu dixe que num inzéste niuma lei proibino tirá a ropa na bera do lago......óia só que safadeza?

Mai vamo si isquecê  desse  ocorrido, causo que só vim aqui é pa nóis se alegrá.

 Óiaqui, eu truxe o leite da Mimosa.

ZEQUINHA

Eita trem bão...Ocê Rosinha num trôxe só um poco di leite da Mimosa...
Trôxe logo um barricão... Qui despois de fazê aquela manteiga gustosa,
vô dá um poco pru pessoá aqui da roça. Us minino vão tomá di montão
e tudo ficá gordin qui nem leitão... re, re, re,...
Eu inté insei qui a cumadi é faladora só na escrita, i qui anssim de
frenti a frenti, é tímida pra chuchu...

ROSINHA

Pode ponhá chuchu nissu, cumpadi.

 Inda to mais vremeia que a frô do campo, derde a hora que o safado do guarda me apareceu de sopetão. Ai, cumpadi, bamo fazê argua coisa pra eu se mi distrai?

ZEQUINHA

Vamo inté o moterlgalo...?

ROSINHA
Ô cumpadi..., ocê num falô górica de poco que ocê é respeitadô?

ZEQUINHA

É o moterl das penosa, re, re, re, onde a minha Candinha tá se aperparando, passano gel lá nas parti, pru mode punhá os ovo pros melete que a cumadinha Rosinha vai aperperá...

Óia Rosinha, lá despois da cerca, meu cavalo alazão,
isperano pru passei qui nois ficamo di dá...

ROSINHA
Ha! Bão, Intão tá intão, ara! 

Inté me alembrei dos dois sacy que tava na mata e cuano passô pur elis ua sacizinha escurturar, um delis catucô o otro e dixe:  - Pô. óia lá, cara, que bum!

 A cutchada da sacizinha tem um lado só, pur isso queli num compretô, hehehehehe.... Mai digue p'reu, cumpadi, ocê tem argum avisu ispeciar, pra eu num mi assustar mais, que nem se me assustei co guarda?

ZEQUINHA

Num arrepare num cabôco qui tá di chapéu de páia, qui apesá dieu avisá,
ele na premera portunidade vai si achegá cum raminho de frô do campo i lhi dá uma proseada...

ROSINHA
Eli que si atreva, eu dô ua suviada pa Faraó, meu cavalo di istimação, ele vai vê si sô muié pa carqué um mexê, eli que num querá si assanhá qui nem o saci prererê.

ZEQUINHA

Eu sei cumadinha, mas esse cabôco num é avexado, ele ié é mutcho abusado...

ROSINHA

Xá inheli, cumpadi, xá inheli, cum Faraó, é di anssim, meia, meia, coicê na zoreia, o safadu vai vê o sór nascê di noiti, causo que a dô do coicê de Faraó, é pió que dô di amô da Creópatra, i queima mai que carvão tivadu, ô cutchadu!

Adespois ocê, pur favô ixprica presse tarzinho, que eu acho bão ele me arespeitá qui nem o Padre arespeita as Frera, causo que respeitchu é bão e ieu gosthu.

Mai, cumpadi, me dá logu os seus óvu, sabe cuar? aqueles ca Candinha ponhô, pra eu fazê a melete.

ZEQUINHA

Inquanto a cumadi aperpara os melete, vô torcê uns pé di cana, pra mode fazê uma garapa, um cardinho doce di cana, quié prá nois se refrescá...

ROSINHA
Hum.....Ieu dóru cardo, inda mais si fô di garapa.

ZEQUINHA

Inquanto issu vô apervenir meu galin, pra juntá mais uns franguins qui ié
pra cumpanhá ele num corarl cacarejado...
***
(Despois do armoço,  du passei di charrete puxada pelo alazão, e do recitá
do galin, os cumpades
ZEQUINHA e ROSINHA adiscansando nas rede...)
***
ZEQUINHA

Óia quirida Rosinha...
Essa sua visita inmeu rancho, só me troxe alegria...
Meu povo tá tudu si rino qui só eles...
Inté os animarls num fica mais assosegadus...

ROSINHA

Puis li digu di coração, que pra eu ta seno a maió sastefação.

Meu peitchu ta mais inchadu que cérebro de loira, de tanto orguio, hehehe.....

ZEQUINHA

Ieu intão, aposso ti dizê qui essa sua vinda foi o meu mió presenti de
Ano Novo. Foi bão dimais...
Brigadin, minha cumadi, cum meus bejos di mizade,
e inté um novo prosear.

ROSINHA
Inté mais ver, cumpadi.

***

(I lá se foi sá Rosinha, aderxando sardade in todu povo e mais inda no cumpade Zequinha)

***

Autores:
Rosinha (
Iranimel)
Zequinha (
José Maciel)

09-01-2008

(Webdesignerby JMaciel)
Para enviar esta mensagem,clique na imagem

E-mail

  Livro de Visitas

Se desejar receber atualizações: clique aqui.